Abin investiga suspeita de bioterrotismo com proliferação da lagarta helicoverpa

Os estragos causados pela lagarta helicoverpa nas lavouras de algodão, soja, milho, sorgo, milheto, entre outras, levaram as autoridades brasileiras a analisar a possibilidade de que se trata de um caso típico de bioterrorismo. De acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) abriu investigação sobre suspeitas…

Details

Bicudo volta a preocupar cotonicultor

No Congresso Brasileiro do Algodão, que começa hoje, em Brasília, pesquisadores devem apresentar levantamento que mostra o retorno de ataques severos de uma das pragas mais nocivas ao algodão: o bicudo. O inseto, que em alguns casos neste ano causou mais estragos do que a própria lagarta helicoverpa, contou com o descuido do produtor, ainda…

Details

Rio Grande do Sul pode se tornar corredor de exportação de grãos paraguaios

A possibilidade da utilização da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) como corredor de exportação de produtos paraguaios, foi debatida pelo presidente da Cesa, Márcio Pilger, que recebeu o diretor da União de Exportadores Paraguaios (Unexpa), Raul Valdez, e o gerente do Departamento de Grãos da empresa paraguaia Dekalpar, Cristian Fretes. O encontro ocorreu…

Details

Algodão tem perda de R$ 10 bi com praga

Produtores de algodão já amargaram este ano prejuízo da ordem de R$ 10,7 bilhões por causa da praga da lagarta Helicoverpa, com ação destrutiva que se intensificou no início deste ano nas lavouras dos principais polos da cultura no País, provocando também desemprego. O levantamento das perdas foi revelado ontem durante entrevista coletiva à imprensa…

Details