O Rio Grande do Sul exportou quase 10% do total vendido pelo Brasil ao mercado internacional em julho, conforme dados divulgados pela Fundação de Economia e Estatística (FEE). As embarcações gaúchas foram puxadas pela soja em grão. O RS fechou o mês em terceiro lugar no ranking nacional ficando atrás de São Paulo e Minas Gerais e à frente do Paraná e do Rio de Janeiro. O balanço foi revelado na última quinta-feira (27.08).

Em julho, as exportações gaúchas somaram US$ 1,8 bilhão, 9,8% menos em relação ao mesmo mês de 2014. Contudo, o agronegócio no Estado cresceu aproximadamente 30% em julho, em comparação ao ano passado, destacou o pesquisador em Economia da FEE, Tomás Torezani. “Na agropecuária, o volume cresceu quase 30% em julho em comparação ao ano passado. Só que o preço está menor, fundamentalmente por causa da queda dos preços das commodities internacionais, já que a pauta exportadora gaúcha é muito concentrada nos produtos primários. Em função disso, a receita em dólar cai”, frisa.

A soja foi principal produto exportado da agropecuária, representando quase 98% das exportações do setor. A oleaginosa teve o melhor desempenho de julho desde, pelo menos, 2002, tanto em valor exportado quanto em toneladas embarcadas.

Países como China, Estados Unidos, Argentina, Vietnã e Venezuela, responderam, juntos, por mais de 50% dos produtos exportados, em julho, pelo Rio Grande do Sul.