Pluma de sobra

O cenário de oferta abundante e demanda em baixa na safra 2014/15 serviu de pretexto para a desvalorização dos preços do algodão apresenados no dia  na bolsa de Nova York. Os contratos para entrega em dezembro fecharam em queda de 88 pontos, a 66,58 centavos de dólar por libra-peso. O recuo foi o maior desde 12 de agosto. Os produtores dos EUA devem colher 3,91 milhões de toneladas da pluma, segundo a última estimativa oficial.

A perspectiva de aumento da produção de algodão na Índia, que deve colher uma safra recorde, atua como mais um fator de pressão sobre os preços. Do lado da demanda, continua a perspectiva de redução das importações pela China. No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq para a pluma com pagamento em oito dias recuou 0,19%, para R$ 1,7176 a libra-peso